{Jmovies} Kyō, Koi wo Hajimemasu

31 julho


   Heeey minna-san \0/
Para o dia de hoje trago essa recomendação de live action ;) 
SinopseTsubaki Hibino é uma estudante colegial que gosta de cortar e pentear o cabelo dos outros principalmente o da sua irmã Sakura, mas gosta de manter o dela mesma simples e prefere não ser notada. Quando ela conhece Tsubaki Kyota um cara super popular e que ainda por cima está na sua mesma sala, tudo muda, ela se torna o alvo de Kyota e precisando da ajuda dele Tsubaki acaba tendo que aceitar o que ele quer, porém ela não é qualquer garota e isso atrai ainda mais Kyota e Hibino apesar da resistência a ele, logo se apaixona, parece então que tudo vai dar certo, mas pra isso Hibino ainda vai ter que conquistar a confiança e o coração de Kyota, pois ele foi abandonado pela mulher que ele mais amava, sua mãe e desde então não acredita em nenhuma mulher, para ele todas não valem a pena e não são confiáveis e depois de uma noite, ele não as olha nunca mais. Conseguirá Tsubaki conquistar a confiança e o coração de Kyota? (Ohayo Dramas)

   Estava eu lá assistindo Lovely Complex, depois assisti High School Debut e eu continuei a desejar ver filme shoujo até que encontro esse ser lindo maravilhoso chamando por mim hehehehe.
   Admito que de primeira eu fiquei meio assim de assistir, mas depois de ver o trailer do filme fiquei animada e resolvi arriscar, admito que acertei nesse quesito.
   Bom vamos lá então, Hibino é uma garota totalmente brega, ela tem aquele jeitinho clichê de estudantes nerds, saia longa, óculos e tranças no cabelo. Claramente ela é do tipo sonhadora e conservadora pois acredita totalmente no romance, assim como acreditamos naquilo que vemos em mangás e animes e desejamos que aconteça conosco u.u
  Enfim em seu primeiro dia acaba se encontrando com Kyota, um garoto popular que, obviamente, tem uns traumas na vida relacionados á mulheres. De qualquer forma Kyota é um garoto que chama a atenção por sua beleza, e pelo o que entendi ele tira um proveito disso para descontar a sua "raiva" e frustração de seu trauma. Ou seja, ele dorme apenas uma vez com a garota e evita qualquer menção de sentimentos tanto por parte dela quanto dele mesmo.
   Então já podem presumir que a vida dele é bem tipica de adolescente, sexo o tempo todo jsopakspoaks. Claro que estou brincando, mas o filme deixa claro que ele tem uma vida sexual ativa apesar de estar no ensino médio.
    Hibino tenta se manter neutra em sua sala, mas com Kyota enchendo sua paciência e as fãs dele a ameaçando tudo leva em uma pequena confusão. Kyota então diz que a garota nerd é sua mulher, e então começa a ajudar ela em algumas questões da classe. Claro que com o cara ajudando, Hibina começa a se soltar mais e até mesmo fazer amizades.
    Até o momento em que a irmã de Hibino começa a gostar de Kyota, e aqui gostar lê-se se sentir atraída, e o segue por uns cantos. Ela se quer nota que há algo entre o cara e a irmã. Bom isso é compensado na cena dos "estudos", onde os quatro seres (Kyota e o amigo dele mais Hibina e a irmã dela) vão para uma casa da familia do Kyota e começam ali os sentimentos transbordando.
   Hibina se declara e tudo o que ganha é uma resposta ria de Kyota que apenas a ignora, já que ele acha que as mulheres são mentirosas e tudo mais. Sendo assim os dois ficam estranhos por um tempo, até que o amigo de Kyota conta toda a história.
   Então começa um plano para poder ajudar o rapaz popular á seguir em frente, a dar uma chance ao amor. O plano.... dá certo, Hibina e Kyota começam a namorar.
   Nessa hora dei uma olhada no player e vi que o filme estava na metade, e como já mostrava uma vida feliz e lindinha dos pombinhos....obvio que iria vir uma merda maior do que uma simples briguinha ne?
  Ali mostra o relacionamento deles durante o período de um ano, o que notamos seria um "amadurecimento" de Hibina quanto á sua aparência, ela passa a se arrumar mais para poder ficar á altura do namorado, enquanto o mesmo....bom sei lá o que ele mudou. 
   Mas o que também pode perceber é que ela ficou um pouco egoista, é como se fizesse as coisas para poder manter como namorada do Kyota, e ele ainda mantinha os sentimentos longe ele agia de forma carinhosa, mas não como se espera.
   Claro que tem uma biscate na história, Nana, a garota simplesmente aparece e não faz nada porém só de ser vista junto com Kyota foi o suficiente para que o casal tivesse uma briga e se separassem. Ela até tenta dar um passo á frente e ter um relacionamento sério com Kyota, mas não dá muito certo.
   Com a discussão o casal então acabam por desabafar, um dia o que realmente pensavam do outro. Durante o tempo em que ficam separados os dois percebem isso e melhoram essas questões.
    Por exemplo, Hibina iria fazer faculdade apenas para deixar a mãe feliz, quando na verdade o que ela realmente gosta é de mexer nos cabelos das pessoas. Então ela pede para um amigo para trabalhar em seu salão e assim começar a se tornar independente. Já Kyota vai visitar a mãe no hospital e deixa de lado aquele "trauma". 
    No final das contas os dois se mantinham presos em seus sentimentos, e então quando chega o natal novamente e a hora de cumprirem de suas promessas, eles possam se resolver.
    Aqui vemos a questão sexual também, no caso de Hibina ele era criticada, de forma leve até, por ser virgem e preferir ter sua primeira vez somente após o casamento. E até mesmo ela se sente pressionada em ver que durante todo aquele um ano de relacionamento Kyota se quer havia feito menção de passar dos limites, ele a respeitava.
    Mas no final das contas ela se entregou, e digo que foi bem feito até já estavam juntos há um ano e tinha reafirmado o relacionamento, sem falar que cresceram como pessoas. O fato dela ter se entregado intimamente, sendo que antes dizia fazer só depois de casada, é sinal de que sua confiança aumentou e muito sobre o namorado. 

Fotos:








Onde assistir: Ohayo Dramas
 Boom eu espero que vocês assistam esse filme, ele é muito bom e ensina algumas coisas para nós, principalmente sobre relacionamentos, por isso vejam ^^

You Might Also Like

0 comentários